---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Bosque das Palmeiras

Publicado em 01/11/2018 às 18:30 - Atualizado em 01/11/2018 às 18:30

            Em agosto de 2013, ocasião da mudança para o novo prédio do Centro de Educação Infantil Mateus Petter, começou-se a planejar a ocupação de uma área ao lado do CEI.

Foi quando começou a ser planejado um Bosque para o terreno, com prioridade para utilização das crianças do CEI, mas também para a comunidade de forma geral.

“Como o CEI iria cuidar e manter o local, a equipe sugeriu um Bosque onde além de um espaço de lazer também, se criasse um espaço pedagógico e de aprendizagem, podendo ser utilizado por outras escolas” explica a Diretora do CEI Luciana Nilson.

A Secretaria de Educação contatou o Centro de Divulgação Ambiental – CDA, através do Educador Ambiental Jusselei Edson Perim e a Associação dos Municípios Alta Uruguai Catarinense – AMAUC, através da Vanessa Franczak, para serem parceiros deste projeto.

Inicialmente o Educador Ambiental Perin trouxe várias sugestões: plantas nativas, frutíferas nativas, dentre outras. Porém, a ideia de um Bosque com Palmeiras foi a aprovada, pois Peritiba em tupi-guarani significa terra das Palmeiras.

“Começamos a idealizar este espaço num encontro com a Vanessa, da AMAUC. Sugeri fazer o mapa mundi e plantar em cada continente as palmeiras originárias daquele local” conta a Diretora Luciana.

Os parceiros do projeto vislumbraram a possibilidade como positiva por haver material de pesquisa e pelo espaço favorecer o desenho do tema.

Em Novembro de 2014 o projeto do Bosque das Palmeiras ficou pronto. Nesta etapa, além dos canteiros de cada continente com as palmeiras de origem, também foram estruturadas três salas Bosque. A sala Antártica com pérgola com trepadeiras das cores da Bandeira do Município, a sala Bosque Ártico com árvores nativas e a sala Bosque dos Ipês.

As primeiras mudas foram plantadas por alunos do Maternal II, alunos do CEI, direção, professores e secretaria de Educação em 23 de Setembro de 2015, início da primavera daquele ano.

Nos anos de 2015 e 2016 foram sendo plantadas mais algumas mudas e também foram feitos os meios-fios dos canteiros e em 2018, com a visitação do Projeto Criança e Natureza, promovido pelo Consórcio Lambari em parceria com os Municípios da AMAUC, o projeto foi acelerado e tomando forma.

“Um projeto que foi sonhado, hoje está realizado!” destaca a Diretora Luciana. O Bosque ainda receberá finalizações na obra e novos plantios, mas já recebe a visitação de alunos do Município e de toda região.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar